Guaramiranga é um município brasileiro do estado do Ceará. Está localizado na região serrana do estado, microrregião de Baturité e mesorregião do Norte Cearense, a 110 km da capital do estado, Fortaleza. Segundo estimativa de 2014 do IBGE, o município tinha cerca de 4,164 habitantes e 59 km² de área. Sua sede se localiza a 865 metros de altitude. A cidade está situada na Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité. É o menor município do Ceará.

O município se destaca como destino turístico pelo clima frio ao longo de todo o ano, rica fauna, movimentada cena artística e importantes construções históricas. É um dos municípios com menor média anual de temperatura da Região Nordeste. Faz parte do Polo da Serra de Guaramiranga.

É a terra natal do cientista cearense Fernando de Mendonça, um dos pais do Programa Espacial Brasileiro, que trabalhou como representante do Brasil junto à NASA e foi o primeiro diretor do INPE; além de terra natal, também, do jurista José Linhares, ex-presidente república.

As terras da atual Guaramiranga eram habitadas por várias etnias. A principal delas era a Kanyndé. Com a criação da Missão da Palma, durante o século XVIII, para a evangelização dos silvícolas, e a expansão da pecuária e as plantações de café no século XIX, consolidou-se o centro urbano que hoje se chama Guaramiranga.

HOSPITALIDADE

O Cearense é um povo leve, gentil, engraçado e hospitaleiro por excelência. Essa característica deixa o convívio de qualquer viagem leve e prazerosa. O destino Guaramiranga apresenta muitos encantos, mas quem de fato enriquece as experiências da viagem são as pessoas do lugar. Aproveite para conversar, saber o que pensam, como vivem, que experiências têm pra contar. A cidade oferece uma razoável oferta hoteleira, distribuída entre pequenos hotéis e pousadas, os quais possuem em torno de 1.500 leitos. Esta oferta é composta por uma diversidade de estilos e propostas que contemplam todos os perfis de quem quer conhecer Guaramiranga. Existem equipamentos para todos os gostos...Alguns com características românticas, outros que expressam a total tranquilidade e outros totalmente integrados à natureza. 

GASTRONOMIA

Diversidade é o que não falta na oferta de serviços de alimentação. Da simplicidade das tapiocas e do pão quentinho com nata do Quiosque da Claudinha até os mais sofisticados pratos da cozinha internacional, a Gastronomia em Guaramiranga é um atrativo a parte. Você pode realizar um Tour Gastronômico com diferentes experiências ao seu paladar. Culinária Regional, Contemporânea, Italiana, Alemã e Suíça (Fondues) além dos cafés, chocolateria, delícias caseiras como doces e geleias agradam a todos os públicos que frequentam Guaramiranga. Já no quesito Bebidas o vinho traz seu Bouquet e charme para seus amantes. Com diferentes Castas é a bebida preferida no friozinho da serra. 

ETIMOLOGIA

O topônimo Guaramiranga vem do Tupi guará (vermelho) e miranga ou piranga (garça), significando Pássaro Vermelho. Sua denominação original era Conceição, porém, desde 1890, possui o nome Guaramiranga.

ECONOMIA

A base da economia local está assentada no setor de serviços, por meio do turismo, e na produção de gêneros agrícolas tradicionais, como o café, algodão, banana, arroz, cana-de-açúcar, milho e feijão; além da pecuária, em menor escala: bovinos, suínos e avícolas. Existem, ainda, duas indústrias de produtos alimentares.

TURISMO

O turismo representa um forte componente da economia do município, graças a atrativos como o clima serrano, belas paisagens e eventos acolhidos durante todo o ano, como o Festival de Jazz e Blues.

Guaramiranga é um dos mais disputados destinos de carnaval dos cearenses, pois oferece opção para aqueles que preferem ficar longe do forró e do axé, que normalmente são dominantes no litoral do estado. Nesse período, a cidade abriga o Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga – evento que conta com a participação de grandes nomes da música nacional e internacional. Nas noites frias da pequena cidade, a música entretém uma multidão de apreciadores, que lotam as ruas e hospedagens, muitas vezes improvisando barracas de acampamento e casas alugadas por moradores.

Além das atrações culturais, Guaramiranga é conhecida pelos atrativos naturais. Por estar localizada no Maciço de Baturité, região serrana a 865 metros acima do nível do mar, as temperaturas são amenas, geralmente entre 16 e 25º, embora, no mês de julho, a temperatura possa atingir 12°C. Por essas condições climáticas, é popularmente conhecida como “suíça cearense”.  A vegetação é composta de mata atlântica.

Guaramiranga é conhecida também por “cidade das flores”. A origem desse título reside na tradição do cultivo de rosas no Maciço de Baturité.

Os prédios históricos e seu valor histórico são outra característica do município. A Pousada dos Capuchinhos, antes um mosteiro, é um dos principais pontos turísticos da cidade, mesmo para aqueles que não estejam lá hospedados; os cantos gregorianos são tradição, entoados nas manhãs do antigo prédio religioso. A beleza do antigo mosteiro se estende, ainda, por seus jardins e fontes.

As trilhas ecológicas são uma forte atração da região. Há, ainda, a Cachoeira do Perigo, localizada em Baturité.

Nas rotas turísticas de Guaramiranga há também o Pico Alto, local de maior altitude no Maciço de Baturité, com 1115 metros, e, consequentemente, de menores temperaturas, que podem chegar a 10°C em julho. Lá existe, ainda, um mirante onde os visitantes podem ver o pôr do sol.

Juntamente com as cidades de Palmácia, Pacoti, Mulungu e Aratuba, faz parte da Rota Turística Serra de Guaramiranga.

Saiba mais sobre turísmo AQUI

HIDROGRAFIA E RECURSOS HÍDRICOS

As principais fontes de água fazem parte da bacia Metropolitana, sendo elas os rio Pacoti e os riachos Candeias e Sinimbú, todos afluentes do rio Aracoiaba.

RELEVO E SOLOS

Localizado no Maciço de Baturité, tem como principal elevação o Pico Alto, com 1 115 metros acima do nível do mar. Foi registrado a ocorrência de caolim, uma variedade da argila, em seu território.

VEGETAÇÃO

A região possui uma vegetação diversificada, variando desde a caatinga arbustiva densa, floresta subcaducifólia tropical, floresta úmida semiperenofólia, floresta úmida semicaducifólia, floresta caducifólia à mata ciliar.

CLIMA

O clima da região é tropical úmido, com pluviometria média de 1 730 milímetros anuais e chuvas concentradas de janeiro a julho.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1961 a 1970, 1973 a 1984 e a partir de 1992, a menor temperatura registrada em Guaramiranga foi de 10 °C em 27 de junho de 1963, e a maior atingiu 31,2 °C em 27 de outubro de 1963. Os maiores acumulados de precipitação em 24 horas foram 134 mm 8 de janeiro de 2002. Outros grandes acumulados foram 128 mm nos dias 14 de junho de 1994 e 25 de janeiro de 2011 e 100,2 mm em 27 de janeiro de 1977. O menor índice de umidade relativa do ar foi registrado na tarde de 6 de outubro de 2014, de 33%.

POLÍTICA

A administração municipal localiza-se na sede, Guaramiranga.

O município de Guaramiranga, desde de sua emancipação política teve 12 prefeitos:

OrdemNomePartidoMandato
José Aldemar QueirozPSD1958 – 1962
Heitor Feitosa MarinhoUDN1962 – 1966
Flávio César de HolandaARENA1967 – 1970
Francisco Farias FilhoARENA1971 – 1972
José Vieira FilhoARENA1973 – 1976
Francisco Farias FilhoARENA1977 – 1982
Fernando Simões NetoPDS1983 – 1988
Dráulio José Barsi de HolandaPMDB1989 – 1992
Francisco Farias NetoPSDB1993 – 1996
10°Dráulio José Barsi de HolandaPMDB1997 – 2004
11°Francisco Ilton Cambe BarrozoPPS2005 – 2008
12°Luís Eduardo Viana VieiraPR2009 – 2016
13ºRoberlandia Ferreira Castelo BrancoPDT2017 - ATUAL