Localizada na microrregião de Baturité, a 110 km da capital estadual Fortaleza, Guaramiranga conta com uma população de 5.714 habitantes, sendo desse total 2.330 residem na zona urbana e 3.384 na zona rural, de acordo com o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Município situado na Mesorregião 02 (Norte Cearense, por força do Decreto No. 55 de 1o de setembro de 1890, o povoado de Conceição, afamado pelo seu clima ameno e riqueza em café, foi elevado à categoria de Vila. O município foi criado pelo Decreto no. 059, de 04 de setembro de 1891 e inaugurado em 17 de outubro daquele mesmo ano; Extinto pela Lei No 550 de 25 de agosto de 1899 e anexado ao de Baturité; foi restaurado pela Lei No. 1887 de 15 de outubro de 1921 e novamente extinto pelo Decreto No. 193 de 20 de maio de 1931; por fim foi restaurado definitivamente pela Lei No. 3679 de 11 de junho de 1957. O topônimo Guaramiranga é indígena, e, segundo Pompeu Sobrinho vem de Guará (pássaro) e Piranga (Vermelho).

As principais rodovias de acesso a cidade são estaduais. São elas: A Rodovia Estadual – CE 060 / Fortaleza-Pacatuba-Guaiuba-Acarapé-Redenção-Aracoiaba-Baturité-Guaramiranga (distância total de 110 km), e a Rodovia Estadual – CE 065 / Fortaleza-Maranguape-Palmácia-Pacoti-Guaramiranga (distância total de 92 km).

A própria serra de Guaramiranga já é um atrativo natural. De vários locais da cidade é possível ver o Mirante do “Pico Alto”, ponto culminante do Maciço de Baturité, com 1.115 metros de altitude. Do Pico, pode-se avistar boa parte do sertão cearense, em meio à verde vegetação das serras do entorno, além de parte do rio Pacoti. O acesso ao local pode ser feito através de trilhas ecológicas ou por estradas de asfalto.